A maior produtora de Bicarbonatos do Brasil

(44) 3438-8300

contato@totalmix.ind.br

Notícias

Como o bicarbonato de sódio auxilia na produção de camarões?

Existem diversos tipos de sistemas utilizados na produção de camarões, e a tecnologia contribui para que haja o desenvolvimento constante de novos modelos mais vantajosos e menos danosos ao meio ambiente, como o sistema de bioflocos (BFT). E o bicarbonato de sódio pode ser um grande aliado nesse método de produção, auxiliando a solucionar alguns obstáculos encontrados no processo.

Mas, antes de entender como esse composto tão versátil atua no mercado de camarões, vamos entender um pouco de como esse sistema funciona.

 

O que é o Sistema de Bioflocos (BFT)?

O cultivo de camarões exige um controle rígido na qualidade da água, que acaba se tornando cada vez mais ácida com o tempo. Esse obstáculo costumava ter uma solução “simples”: renovação da água. Porém, o BFT surgiu para resolver o problema da acidez sem a necessidade de evacuar o líquido antigo no meio ambiente e, consequentemente, trouxe outras diversas vantagens, como:

 

– Economia de água;

– Possibilidade de cultivo longe de áreas costeiras;

– Menos danos ao meio ambiente (principalmente ecossistemas costeiros);

– Menos riscos de doenças e intoxicação dos trabalhadores;

– Mais biossegurança no trabalho.

 

Isso é possível por conta da tecnologia dos Bioflocos: partículas que possuem um sistema propício ao desenvolvimento natural de microorganismos diversos, como as bactérias heterotróficas e nitrificantes, que são capazes de se assimilar a compostos nitrogenados (tóxicos aos camarões) e os incorporar nos próprios bioflocos

Assim, as substâncias tóxicas são removidas e a acidez da água é controlada, eliminando a necessidade de renová-la constantemente!

Mas onde entra o bicarbonato de sódio? Continue lendo, iremos te explicar!

Rede social 1

Obstáculos encontrados no BFT

Para que as bactérias possam impedir o acúmulo das substâncias tóxicas, elas precisam de uma fonte de energia para aumentar sua massa microbiana. Dessa forma, elas consomem carbono, o que resulta no início de um ciclo:

 

– O consumo de carbono diminui a alcalinidade da água;

– Essa diminuição resulta no acúmulo de CO2 (liberado tanto pelas bactérias quanto pelos animais);

– Esse acúmulo resulta na formação de ácido carbônico;

– O ácido carbônico reduz o pH da água.

 

Ou seja: a qualidade da água é afetada, prejudicando o desenvolvimento da produção!

 

Solução: repor a alcalinidade

E é aqui que o bicarbonato de sódio entra como uma das melhores opções para solucionar esse problema! Ele funciona como um tamponante: repõe a alcalinidade sem mudanças bruscas no pH, ajudando no equilíbrio da acidez quando há soluções ácidas na água e resistindo à alterações.

Com isso, o sistema não é perturbado e as bactérias podem atuar à vontade. Além dessas vantagens, o bicarbonato também possui alta solubilidade e não apresenta riscos à saúde dos animais.

IMAGEM 2 1 min

Esse composto versátil oferece muitas vantagens aos mais diversos setores da indústria, né? Você pode descobrir quais são suas outras utilidades nos acompanhando aqui no blog e também no LinkedIn

Veja também:

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está pronta para te atender
👋 Olá, como podemos te ajudar?

Entre em contato conosco